SBB

sexta-feira, 28 de julho de 2017

A GLÓRIA DE DEUS

"Os céus proclamam a glória de Deus".
 
A imagem pode conter: nuvem, céu, atividades ao ar livre, água e natureza

quarta-feira, 26 de julho de 2017

REFLEXÃO

Raiva
 
      Sentindo rejeitado, Caim estava furioso. “Então o Senhor disse: “Por que você está com raiva? Por que anda carrancudo? Se tivesse feito o que é certo, você estaria sorrindo; mas você agiu mal, e por isso o pecado está na porta, à sua espera. Ele quer dominá-lo, mas você precisa vencê-lo” (Gn 4.6-7).
     Caim não dominou sua raiva, e acabou assassinando o seu irmão, Abel. Não deixe a raiva tirar a alegria do seu coração e abalar amizades e relacionamentos. Ouça a voz de Deus em sua Palavra. Confesse suas dificuldades, fraquezas, lutas e pecados ao Pai e tenha seu coração acalmado pelo Espírito Santo. Jesus estará ao seu lado nesta luta.
      Oração: Salvador Jesus, perdoa-me por deixar que a raiva me leve a pecar. Que a tua paz seja o árbitro em minhas decisões. Em teu nome. Amém.
      Leia em sua Bíblia Gênesis 4.1-7

terça-feira, 25 de julho de 2017

MENSAGEM

Tradução do devocionário "FESTE BURG"

      "Irmãos, eu quero que vocês lembrem do que aconteceu com os nossos antepassados que seguiram Moisés. Todos foram protegidos pela nuvem e passaram pelo mar Vermelho. Como seguidores de Moisés, eles foram batizados na nuvem e no mar. Todos comeram da mesma comida espiritual e beberam da mesma bebida espiritual. Pois bebiam daquela rocha espiritual que ia com eles; e a rocha era Cristo. Mas Deus não ficou contente com a maioria deles, e por isso eles morreram, e os seus corpos ficaram espalhados no deserto". 1 Co.10.1-2,5

      Me lave o pelego mas não me molhe.
      Este provérbio descreve o comportamento de muita gente, pessoas que querem ser os principais de um empreendimento, mas não se propõem a assumir responsabilidades.
      Nós cristão vivemos muitas vezes este moto. Gostamos de ostentar nome de filhos de Deus que nos é dado no batismo. Nos alegramos pela dádiva do Espírito Santo. Mas viver segundo a vontade de Deus muitas vezes não faz parte da nossa vontade.
      Se reconhecemos isto por nós mesmos, não estamos sozinho nisto.
      Os primeiros cristãos de Corinto também tiveram dificuldade em conduzir a sua vida cristã e fazer uma clara separação da até então vida sem Deus.
Paulo adverte a nós, cristãos, não desprezar a graça recebida no batismo e dirigir toda a nossa vida alinhada com a vontade de Deus.
      Como um cauteloso exemplo ele conta a história do povo de Deus: da salvação pelas águas do Mar Vermelho e a condução segura pela coluna de nuvem. Todo o povo tinha percebido a grande salvação que receberam: a libertação da escravidão no Egito.
      E mesmo assim muitos foram infiéis a Deus: eles não tinham paciência e fizeram deuses para si.
      Assim perderam a comunhão com Deus, não obtiveram a Terra Prometida, foram castigados.
      Assim infelizmente também pode acontecer hoje.
      Paulo não quer nos meter medo com isto, mas quer nos encorajar a viver todo o tempo como filhos de Deus.
      Força para isso obtemos de Deus mesmo pela sua palavra; ele nos preenche completamente – como água em um pelego.
      Oração: Deus, nós te agradecemos por tua proteção. Antes que a ti procurássemos a tua luz já nos iluminou. Faça desaparecer as trevas em nossa vida. Dá-nos olhos abertos para vermos a tua luz, abre nossos ouvidos para ouvirmos a tua palavra, abra nosso coração para confiarmos em ti. Amém!

segunda-feira, 24 de julho de 2017

domingo, 23 de julho de 2017

IDENTIFICANDO A IELB

Selo IELB


       O emblema da IELB foi criado pelo pastor Martinho Lutero Hasse e aceito oficialmente na 32ª Convenção Nacional, comemorativa do Cinquentenário da IELB, no dia 27 de janeiro de 1954. A partir da exposição feita pelo autor e apresentada no programa da Convenção, o significado do selo oficial da IELB é o seguinte:
      Nossa fé cristã (representada pelo emblema de Lutero) é pregada e praticada sob o CRUZEIRO DO SUL (a constelação de cinco estrelas) e tem como centro a doutrina da GRAÇA DE DEUS (o símbolo da graça – a cruz dentro do coração – no emblema de Lutero). Esta graça de Deus revela-se na CRUZ do Calvário, símbolo do sacrifício de Cristo e de sua gloriosa ressurreição, a qual emerge do coração das SAGRADAS ESCRITURAS, que estão abertas ao povo (o livro aberto sob a cruz maior). Consideramos as Sagradas Escrituras Palavra inspirada do DEUS TRIÚNO (a Santíssima Trindade está representada pelos três círculos menores de proporções iguais abaixo da Bíblia).
       Como Palavra verbalmente inspirada por Deus, as Escrituras Sagradas são fielmente interpretadas pelas Confissões da Igreja Luterana, reunidas no LIVRO DE CONCÓRDIA de 1580 (o nome Concórdia).
       Os RAIOS de luz que saem da cruz maior em todas as direções indicam que a Igreja reconhece e cumpre o privilégio de anunciar o Evangelho de Cristo a todas as pessoas. O círculo interno contém ainda as três colunas mestras da doutrina luterana: SOLA SCRIPTURA, SOLA GRATIA, SOLA FIDE (somente a Escritura, somente por Graça, somente pela Fé).
       O círculo externo apresenta o nome completo da IGREJA EVANGÉLICA LUTERANA DO BRASIL e o ano de 1904, data da sua fundação.

sábado, 22 de julho de 2017

LOGO MARCA DA IELB



      A logomarca da IELB foi aprovada pelo seu Conselho Diretor, reunido de 23 a 26 de maio de 1991. Em 2014 e 2015 foi feito um trabalho de aprimoramento e padronização do material. A logomarca atual, padronizada, foi apresentada na reunião do Conselho Diretor, nos dias 09 a 12 de outubro de 2015.
       A ideia central da logomarca é a cruz. Ao longo da história, a cruz tornou-se o símbolo mais conhecido do Cristianismo. As razões, certamente, são óbvias, pois a cruz lembra a morte expiadora de Cristo. A maioria das igrejas cristãs, como instituição, também adotaram a cruz como símbolo central. Lutero insiste na centralidade da cruz no altar dos templos. São razões porque se optou por um símbolo que tivesse como idéia central a cruz. Além disto, a mensagem da cruz é a que deve ser divulgada e vivida no mundo de forma contextualizada. As linhas modernas e arrojadas do modelo escolhido sugerem esta mensagem da cruz para o mundo em que vivemos.
       A logomarca sugere diversas perspectivas e volumes, lembrando a diversidade dos dons. As hastes, como flechas indicativas, sugerem a missão da igreja. As diversas direções apontam para a multidirecionalidade da mensagem a ser levada a todas nações. As diversas intensidades e tonalidades lembram as diversas ações e/ ou ministérios da igreja de Cristo. 
       O desenho obedece à "proporção áurea", adotada no mundo artístico a partir de Leonardo da Vinci e Frei Lucca Patioli. O conjunto representa o equilíbrio do crescimento da natureza em perspectiva perfeita, indicando inspiração dos dons que descem sobre o crente, através da cruz, na qual se encontram as linhas de intersecção representando a reconciliação de Deus com o homem. É na cruz que se dá o encontro Deus – homens e só a partir desta reconciliação/intersecção entre Criador e criatura que torna sentido a Igreja. O desenho é completado com o nome Igreja Evangélica Luterana do Brasil em letras desenhadas.
       Neste link você encontra a lista de arquivos do logotipo para baixar e o manual de identidade visual.
       Desejamos que todos utilizem este manual como referência no uso da logomarca da IELB, para que comuniquemos de maneira uniforme que, de norte a sul, somos parte de uma mesma igreja, que tem como missão levar Cristo para todos. 

sexta-feira, 21 de julho de 2017

REFLEXÃO

Salário, presente e liberdade!
 
Gostamos de receber o que é justo. E quando pecamos? “Pois o salário do pecado é a morte, mas o presente gratuito de Deus é a vida eterna, que temos em união com Cristo Jesus, o nosso Senhor” (Romanos 6.23). Ainda bem que Deus não nos paga de acordo com nossos pecados! Ao invés disso, Jesus nos resgatou com sua morte na cruz e ao vencer a morte. Em Jesus, Deus oferece um presente gratuito: vida eterna. Viva hoje a vida livre!
 
Oração: Deus, eu te louvo por me dares vida gratuitamente. Ajuda-me a não ser escravo do pecado e a viver plenamente como teu servo. Em nome de Jesus. Amém.
Hora Luterana.